top of page
  • Foto do escritorKrishna Grandi

Um novo hobby

Enquanto espero as atualizações no aplicativo da EA Games para daí fazer as atualizações do jogo The Sims 4 para então, finalmente, poder me divertir um pouco, venho trazer atualizações sobre meus dias, ao mesmo tempo de uma cervejinha.


Recentemente aprendi a tricotar. Já fiz três cachecóis, dois coletinhos de bebê, dois lacinhos e muitas tentativas frustradas. Desmancha e recomeça. Depois tricota mais um pouco, perde um ponto e volta do começo. Tem sido um novo hobby interessante, que ocupa uma parte do meu dia com pensamentos fofinhos.


Perdi a senha do aplicativo. E vai para a recuperação de senha. Olhar o e-mail, fazer o procedimento, enviar o código, confirmar e-mail. Colocar a mesma senha que estava sendo usada. Ter que inventar uma nova senha que será perdida novamente. Um ciclo sem fim de gerenciamento de contas e seus acessos.


Tirei esses últimos dias para escolher novos projetos para me dedicar. Emendo um tricô no outro, assim vou costurando e tricotando para criar um espaço na minha mente novo e um pouco misterioso. Penso em formar uma família, sabe? Além dos meus nenéns de bigodes. Por enquanto, apenas pensamentos. Desses fofinhos, porque estou vendo muitos casaquinhos de bebês em tricô. E é fofo. Muito fofo. Tipo, se eu pudesse definir a fofura, seria nesses emaranhados de mini lãs especialmente tricotadas.


Consegui logar no aplicativo. Agora é só colocar o jogo The Sims para atualizar. Logo, logo, estarei criando novas histórias que vão me entreter um bocado. Estou toda, toda, porque meu notebook finalmente voltou a funcionar. Estava com problema na fonte. Agora foi trocada e o tenho de volta. Para estudar muito.


O Mozão tem o timing certo das coisas. Faltando um gole de acabar a minha cerveja, a taça dele acabara primeiro, então, interrompendo sua leitura de "Os Três Mosqueteiros", vira e pergunta: "Mais cerveja?" Claro. Esse veranico, quando já deveria ser um frio dos invernos, sugere uma bebidinha mais tropical. Embora a bebida universalmente tropical é a caipirinha. Chegará a vez de um limãozinho abençoado percorrer por essas crônicas.


Na minha última consulta com a psicóloga, foi sugerido iniciar uma alta. Minha saúde mental foi elogiada. Então, estou no processo para reduzir a medicação e ver como vou me adaptar a essa nova fase. Têm sido dias de glória, finalmente. Vejo um futuro brilhante pela frente, com muitos projetos, aliás, uma novidade em primeira mão para vocês: Gilson Dorneles vai virar livro e tem vinte e três capítulos.


O jogo continua atualizando. Serão longos trinta minutos pela frente. O que para jovens adultos mimados é uma eternidade. Para mim, dá tempo de ir ali e bem, dar uma namorada e escrever esse post e tomar o resto da minha cerveja. E ainda terminar tudo isso e continuar esperando.


E voltando para as coisas boas que quero compartilhar, seguirei com o meu tricô, fazendo para mim mesmo. Quero fazer blusões, roupinhas de bebê, cachecóis, luvas, toucas e o que mais eu encontrar de receita na internet.



Posts recentes

Ver tudo

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page