top of page
  • Foto do escritorKrishna Grandi

A vida é um par

Queria te contar sobre pares. Eu amo casal. Desses onde um + um se tornam dois universos. Assim mesmo como a própria palavra: vi-da. Duas sílabas separadas com duas letras. Um par de pares. Por isso, amo segundos aniversários. Tento novamente pela segunda vez. Como se não tivesse espaço para ser singular, mas para ser par.


Par de alguém, logo parceira. Dessas que formam unidade de casal. Tão bonito só, mas melhor ainda acompanhado. Como brigadeiro e beijinho. Doce e meloso. Gosto de cores complementares, de fantasia de casal. Papagaio e Pirata, como Marshmallow e Lilipad. Apelidos de intimidade, desses que ninguém mais entende, mas é sempre tão fofo ver.


Gosto quando tudo é dividido. E acredite, tudo pode dividir por dois. Absolutamente tudo pode ser ocupado por um casal. Gente que se ama, encontra uma maneira de jogar juntos, se o jogo não permite dois jogadores, se joga por round. Quando um morrer o outro vai e recomeça. Quando anoitece e o vento frio arrepia o pescoço, basta um casaco para um casal. Um bombom rende duas mordidas. Um chuveiro para dois corpos nus.


É impossível imaginar um sem o outro. Como a melodia e a harmonização. O pensador e sua frase de efeito, um cardiologista e meu coração. Como sujeitos de uma oração. A Sandy e o Lima, como o Luke e a Léia. O Ted e o Guarda-Chuva Amarelo. Gatos e o sol. Gatos e seus brinquedos. Gatos e sua preguiça. Gatos e outros gatos. Gatos como você e eu.

Posts recentes

Ver tudo

Comentarios

Obtuvo 0 de 5 estrellas.
Aún no hay calificaciones

Agrega una calificación
bottom of page